[dropcap color=”#1e73be”]N[/dropcap]o último dia 07, foi realizado na sala de reuniões do Paço Municipal,a reunião ordinária de avaliação anual do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Guaíra.

Foi apresentado os resultados das atividades e ações direcionadas a pessoas com deficiência em Guaíra, desempenhadas pelas entidades assistenciais, Associação AGAPE-VIVA, Associação Pestalozzi e Associação de Pais e Amigos de Autistas.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Representantes da Secretaria Municipal de Assistência Social, Diretoria de Educação Especial, Secretaria Municipal de Planejamento e Secretaria Municipal de Saúde, também apresentaram relatórios dos alcance de suas atividades e políticas públicas.

Cada órgão explanou sobre seus trabalhos, que mostram evolução nos assuntos referentes a acessibilidade, inclusão e atendimentos sociais na área da saúde.

Após uma avaliação, foi observado alguns pontos que chamaram a atenção e, dentre eles, um dos mais notórios foi desempenho da Diretoria de Educação Especial, que em menos de um ano de existência, levou um novo olhar para a inclusão dentro da educação. Foram dezenas de atividades de cunho educacional direcionadas a alunos com deficiência ou com necessidades especiais, assim como a atenção aos profissionais que trabalham com esse público.

Lucas Rafacho, Tesoureiro da Associação AGAPE-VIVA e Presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Guaíra, enfatiza, “_Realmente, contra fatos não há argumentos, a criação dessa diretoria é a evolução que a Secretaria de Educação precisava. Em parceria com a associação Pestalozzi, que realiza um incrível e admirável trabalho, vêem derrubando as barreiras, proporcionando o acesso ao direito à educação”.

A Secretaria de Assistência Social, representada pelo Secretário Almir Bueno, também mereceu destaque nas palavras de Lucas em referência a atenção dada as solicitações e requerimentos das entidades assistências. “_No limite do possível a secretaria busca auxiliar na construção de uma igualdade social”, concluiu Lucas.

A Associação AGAPE-VIVA, apresentou resultados expressivos nos atendimentos para pessoas com deficiência e suas famílias, com a colaboração da Secretaria de Saúde, Guaíra recebeu apenas nesse ano noventa e seis novas cadeiras de rodas.

No Município há um número crescente de pessoas diagnosticados com transtorno de espectro autista, e diante disso a AMAG (Associação dos Pais e Amigos de Autistas de Guaíra), tem realizado o trabalho de conscientização, trazendo profissionais especialistas na área para trazer conhecimento aos nossos munícipes.

Em uma visão pontual, é possível afirmar que houve uma evolução e o alcance de várias meta.Há muito ainda o que se conquistar, como afirma Sérgio Korb, Presidente da Associação AGAPE-VIVA, “_ A busca pela equidade é algo gradativo e lento. É uma luta diária”.

Portal Guaíra via Assessoria