ad

[dropcap color=”#1e73be”]O[/dropcap] dia 18 de maio foi a data escolhida para lembrar a sociedade sobre a luta contra a exploração sexual e o abuso infantil.

A programação em Guaíra envolveu a Secretaria de Ação Social, Secretaria de Educação e também o Conselho Tutelar em diversas atividades.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

No dia 08, a Ação Social fez a entrega de materiais educativos em colégios estaduais e escolas municipais, incluindo uma palestra na escola indígena da chamada tekohá Marangatu.

No dia 09, outras escolas foram contempladas, além da tekohá Jehvy.

Nos dias 15 e 16, profissionais da área fizeram importantes esclarecimentos nas rádios locais.

No dia 18, uma grande palestra foi realizada em parceria com a Secretaria de Educação na Unipar. As atividades na universidade envolveram ainda a peça “Hospital de Bonecas”, da companhia de Teatro Ekklesia em quatro sessões.
No dia 23, está agendada a apresentação da peça no Cine Teatro Sete Quedas, com entrada franca e estendida a toda a população.

Segundo a coordenadora do CREAS, Pâmela Winter, durante o mês de maio acontecem ainda palestras educativas acerca do tema abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes para o público da Assistência Social, em grupos de recicladores, gestantes, idosos, entre outros.

O Conselho Tutelar também cumpriu a sua parte. No dia 18, todos os conselheiros foram às ruas para realizar uma panfletagem de conscientização Além da área central, eles também estiveram no posto de Polícia Rodoviária Central, nas proximidades da ponte Ayrton Senna.

Portal Guaíra via Assessoria