(foto: Interredenoticia/Reprodução)

A Secretaria de Estado da Saúde informou, por meio de nota, que o caso suspeito de coronavírus registrado em Guaíra não se encaixa nas definições da OMS (Organização Mundial da Saúde) e do Ministério da Saúde. O morador foi colocado em isolamento na terça-feira (25), após procurar a UPA (Unidade de Pronto-Atendimento) local com sintomas semelhantes ao novo vírus.

De acordo com a Secretaria de Saúde, o homem de 50 anos esteve na Itália com a esposa e uma amiga e apresentou sintomas relativos a síndrome respiratória, sem febre, que é considerada sintoma fundamental para se encaixar em casos suspeitos do coronavírus. O homem e as duas mulheres seguem sob monitoramento.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Apesar dos sintomas superficiais, as medidas foram tomadas pelo fato de o homem ter retornado recentemente da Itália, onde 11 mortes pela doença foram confirmadas, segundo dados da OMS. “O Paraná está alerta e sensível a vigilância das síndromes gripais incluindo ao coronavírus e vigilância ambulatorial”, completou a Secretaria de Saúde.

Apesar de o caso não se encaixar nas definições da OMS e do Ministério da Saúde, a suspeita só deverá ser descartada após exame feitos pelo Lacen (Laboratório Central do Estado), em Curitiba. O material foi coletado pela Secretaria Municipal de Saúde de Guaíra e encaminhado à capital. O resultado deve ser disponibilizado em dois dias.

As informações são da Catve