(Foto: Elza Fiúza/Agência Brasil)

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou na terça-feira (1º) o limite de gastos que os candidatos aos cargos de prefeito e vereador deverão respeitar nas eleições municipais deste ano.

Por meio de uma tabela divulgada pelo tribunal, é possível verificar os valores válidos para cada município do país.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Em Guaíra cada candidato a prefeito poderá gastar até R$ 505.992,12. Os postulantes ao legislativo não poderão ultrapassar o limite de R$ 17.851,21.

Em Terra Roxa os prefeituráveis poderão gastar até R$ 123.077,42 e os candidatos a vereador R$ 19.603,08.

Em Mundo Novo/MS o teto máximo para candidatos a prefeito ficou em R$ 501.660,78. Para quem deseja ser candidato a vereador não poderá gastar mais que R$ 69.099,57.

Palotina: Prefeito R$ 231.310,37. Vereador R$ 74.446,56.

Francisco Alves: Prefeito R$ 123.077,42. Vereador R$ 18.874,26.

Mercedes: Prefeito R$ 123.077,42. Vereador R$ 12.307,75.

Marechal Cândido Rondon: Prefeito R$ 253.075,04. Vereador R$ 42.185,23.

De acordo com a Lei das Eleições, os gastos de campanha devem ser calculados com base no limite definido nas últimas eleições municipais, atualizados pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Dessa forma, o limite de gastos foi atualizado em 13.9% para o pleito deste ano.

Conforme a legislação, em caso de descumprimento dos limites fixados, a campanha pode ser condenada ao pagamento de multa de 100% e a responder por abuso do poder econômico nas eleições.

As informações são da Agência Brasil