O delegado João Paulo Menuzzo Lauandos, da Polícia Civil de Guaíra, deu detalhes nesta terça-feira (22) sobre as investigações da morte do padre José Aparecido Bilha. Bilha foi encontrado com um corte no pescoço no gramado da casa paroquial.

De acordo com o delegado, a suspeita é de que o crime não tenha se tratado de homicídio, mas apenas será possível confirmar a hipótese no final do inquérito policial. “Já ouvimos testemunhas, estamos analisando imagens de segurança, e também serão analisados notebook e celular apreendidos do padre”, explicou Lauandos.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

“Inicialmente, o que podemos afirmar, é que o corpo do padre foi localizado com a faca de cozinha ao lado, um corte profundo no pescoço, as suas roupas estavam intactas, limpas, não havendo sinal de luta corporal. Também as imagens de câmeras de segurança demonstram o padre caminhando já com essa faca em mãos para debaixo de uma árvore e, após, conseguimos ver o seu corpo deitado no chão”, disse o delegado.

“Portanto não aparecem terceiros nas imagens, não há indício nenhum de terceiros nesta imagem. Porém, nós só poderemos ter certeza após a conclusão do inquérito policial, que depende do laudo do IML, do laudo do Instituto de Criminalística, da oitiva de mais testemunhas e da análise do notebook e do celular apreendidos”, detalhou o delegado Lauandos.

Portal Guaíra com informações da Ric Mais