Na madrugada de hoje, o BPFron – Batalhão de Polícia de Fronteira no âmbito da Operação Ágata, recebeu uma denúncia anônima por telefone de que haveriam gritos em uma residência na cidade de Guaíra, os quais pareciam ser com uma briga de casal e que a mulher estaria sendo agredida. A equipe policial deslocou-se até o endereço e constatando os gritos, vizinhos relataram no local, que a mulher estaria sendo espancada pelo seu companheiro.

Diante do perigo a vida, a equipe entrou no terreno identificando-se como policiais e solicitando que todos saíssem da residência. Ao abrir a porta da casa, foi possível realizar a abordagem do homem de 23 anos, que apresentava sinais de alterações psicomotoras e algumas escoriações no rosto e sangramento no nariz. Posteriormente foi possível localizar a mulher de 21 anos que apresentava escoriações no braço, inchaços no rosto e cabeça. Ela relatou aos policiais que estava sendo espancada e ameaçada de morte pelo seu companheiro e que não era a primeira vez que isso ocorria entre o casal, e que seu companheiro já foi impedido judicialmente de se aproximar dela.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O homem foi preso e encaminhado para tomada das devidas providências. A mulher foi apenas encaminhada.

Portal Guaíra com informações do BPFron