Na segunda-feira (16), foi marcada por diversos acontecimentos, como a inauguração da Capela Mortuária Paulo Marcato, no Distrito de Dr. Oliveira Castro, empossamento de novos servidores, a reunião do Comitê Gestor de Covid-19, e o início do curso em Bela Vista. Para encerrar o dia com chave de ouro, o Executivo Municipal participou do início do curso de Libras, do Projeto Falando com as Mãos, que ocorreu na Escola Técnica Profissionalizante.

O Projeto Falando com as Mãos, é de iniciativa da Secretaria de Educação por intermédio da Diretoria de Educação Especial. Conforme a Diretora Elianara Falci, a primeira realização do curso ocorreu em 2018, sendo, desde então, um dos projetos mais consagrados da equipe, e que inclusive possibilitou a certificação de 250 profissionais, formados entre 2018 e 2019.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A iniciativa visa expandir as portas da inclusão, por meio do aprendizado da linguagem de libras a sociedade, em geral, e principalmente para as famílias e amigos dos alunos surdos e/ou mudos da rede municipal de ensino.

Para isso, há o investimento em material didático exclusivo para os participantes, materiais pedagógicos e tecnológicos, além da contratação de profissionais gabaritados na área.

Neste ano o projeto contou com uma importante novidade, a Secretaria organizou 02 turmas de ensino na modalidade inicial (módulo I), para atender a grande demanda de pessoas interessadas em aprender LIBRAS – Língua Brasileira de Sinais.

As aulas ocorrem de segunda-feira a quinta-feira, das 19h às 22h, na Escola Técnica Profissionalizante. Cada turma conta com 20 alunos, divididos nos módulos: IA e IB, II, Intermediário, e III avançado.

A equipe organizou um protocolo de cumprimento das normas sanitárias de enfrentamento ao vírus covid-19, para garantir a segurança dos alunos e da professora. No entanto, em edições anteriores à pandemia, as turmas já chegaram a contar com 60 alunos cada, totalizando 180 vagas ofertadas.

O conteúdo pedagógico do projeto aborda a comunicação em LIBRAS. Tem como professora regente do curso, Sandra Saucedo e como instrutora, a professora Mirian Brazolotto.

Segundo a Secretária Franciele Danelon, é motivo de muita satisfação o início de mais uma realização desse importante curso que promove a inclusão por meio do aprendizado, aos membros da comunidade escolar e demais pessoas interessadas em aprender a Língua Brasileira de Sinais.

Na oportunidade, o Prefeito e Presidente do Conselho de Municípios Lindeiros, Heraldo Trento, acompanhado do Vice-prefeito e Chefe de Gabinete, Gileade Osti, participaram do momento. “Ter a ousadia e a motivação de procurar novos meios de aprendizado, mesmo diante das dificuldades diárias e principalmente no cenário atual, é o que destaca e diferencia as pessoas que buscam o sucesso daquelas que querem permanecer paradas no tempo”.

Portal Guaíra via Assessoria