ad
Fabian Vendruscolo, prefeito de Guaíra (foto: Arquivo/PG)
Fabian Vendruscolo, prefeito de Guaíra (foto: Arquivo/PG)

O Município de Guaíra foi duramente impactado pelo atraso nos pagamentos das parcelas de setembro e outubro dos royalties de Itaipu pelo Ministério de Minas e Energia no valor equivalente a R$ 2,8 milhões, conforme informações da Assessoria de Comunicação e com o relatório de créditos atrasados em anexo.

O principal objetivo agora é  evitar o descumprimento do cronograma de desembolso financeiro para o pagamento das despesas já empenhadas e incluídas nos restos a pagar, bem como os compromissos de contrapartidas em obras em execução, tais como a reforma do Ginásio de Esportes, Igrejinha de Pedra, Ciclovia da BR 163, pavimentação da rua Floresta no Jardim Internacional, Microbacia do rio Birigui no Maracaju dos Gaúchos, Portal Turístico, pavimentação da estrada Pau D’Alho no Encruzo Lovera, creche Proinfância na Vila Alta, nova sede da EM Mário Calmon em Bela Vista e a UPA, bem como a 3ª etapa de manutenção do pavimento das vias urbanas e rurais e inúmeros outros projetos.

O Prefeito Municipal Fabian Persi Vendruscolo, após estar definida a programação do 64° aniversário de Guaíra, decidiu pelo cancelamento de parte da programação e em especial os shows artísticos, o 2º FERMUG e o concurso Miss Guaíra que seriam realizados nos dias 13 a 15/11 na Praça Duque de Caxias, pois estes gastos estavam estimados em R$ 170 mil.

Ser prefeito é também tomar decisões difíceis e preferi talvez desagradar as comunidades religiosas e a nossa população com o cancelamento do tradicional show gospel e dos outros dois shows planejados, bem como os artistas locais e as jovens com a transferência do 2° FERMUG e do Miss Guaíra para data a ser definida, e manter uma programação de inaugurações e eventos de menor custo e inegavelmente sem o mesmo atrativo. Visando assim evitar o risco de desorganizar no final do ano, após tanto esforço ao longo de dez meses para manter as contas municipais sob controle num dos anos mais difíceis da história recente nacional. Pois como se sabe enquanto muitos municípios estão funcionando com expediente reduzido na região inclusive nos postos de saúde, Guaíra está admitindo 43 novos servidores para abrir dois novas USF no jardim Zeballos e Futura e a UPA que está entrando na reta final da sua construção. Além disto, estamos iniciando a 3ª etapa de manutenção do pavimento das vias urbanas e das rodovias que ligam Guaíra a Oliveira Castro, onde se pretendia autorizar R$ 500 mil de aquisição de emulsão asfáltica coma fonte royalties, e tivemos que adotar uma postura prudente para evitar o descontrole, comenta o prefeito.

Os municípios afetados pela Itaipu estão mobilizados e contam com o apoio da CNM e AMUSUH, e se os pagamentos forem normalizados em novembro próximo, se pretende compensar parte da programação no 3° Natal da Integração, que visa apoiar o comércio local a atrair os consumidores da região para as tradicionais compras de final de ano. As instalações decorativas de natal foram iniciadas em outubro e este ano contarão com a sua expansão para a Av. Almirante Tamandaré, pois em 2014 a expansão foi para a Thomaz Luiz Zeballos. A previsão é inaugurar a decoração natalina no dia 14/11 64° aniversário municipal.

Outros eventos estão garantidos

Serão inaugurações e entregas de obras, eventos culturais, sociais e esportivos, realizados pelas secretarias municipais e pela sociedade organizada guairense, cuja programação será anunciada oficialmente até o dia 29/10.

A administração municipal solicita escusas pela frustração, e espera que a população entenda que a manutenção das contas municipais em ordem e o cumprimento dos cronogramas de obras e desembolsos são a prioridade para Guaíra neste cenário da conjuntura nacional e estadual.

GUAIRA

Portal Guaíra via Assessoria