[dropcap color=”#dd9933″]A[/dropcap]conteceu na noite da última segunda-feira (20), na Associação Comercial de Guaíra (ACIAG), uma reunião para a apresentação do Balanço Patrimonial do Exercício de 2016 do Hospital Beneficente ASSISTEGUAÍRA. Estiveram presentes os membros do Conselho Fiscal e aos dirigentes da Secretaria Municipal de Saúde.

Os números, apresentados pelo Conselho de Administração, foram referentes ao período de 01 de janeiro a 31 de dezembro de 2016. A reunião foi conduzida por Fabian Persi Vendruscolo, que representou o Escritório Lex, empresa terceirizada responsável pela contabilidade do hospital.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Na prestação de contas, Fabian fez questão de ressaltar os cuidados que foram tomados para a apresentação do resultado.

“Nossa responsabilidade é muito grande, já que a empresa declara expressamente que a elaboração e apresentação das demonstrações contábeis estão de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil, tomando-se como base a Lei nº 11.638/2007, os termos da NBC TG 1000 aprovada pela Resolução do CFC nº 1255/2009 e a ITG 2000, aprovada pela Resolução do CFC nº 1330 de 18 de março de 2011, que trata da Escrituração Contábil”, explicou.

Atendendo aos termos da NBC TG 1000, durante a reunião foi apresentando o Balanço Patrimonial, a Demonstração do Resultado, Demonstração do Patrimônio Líquido, Demonstração do Fluxo de Caixa e as Notas Explicativas.

Para Fabian, os resultados contábeis produzidos são frutos do documental remetido para contabilização, respondendo a administração da sociedade, pela veracidade, integralidade e procedência.

“A responsabilidade profissional do contabilista que referenda este conjunto de demonstrações contábeis está limitada aos fatos contábeis efetivamente notificados pela administração da empresa a este profissional”, advertiu.

Durante a reunião, o Conselho de Administração também divulgou o Balancete Gerencial do 1° bimestre do corrente ano com dados apurados no dia 28 de fevereiro de 2017, que demonstra um custo operacional superior a R$ 200 mil e receitas operacionais inferiores a R$ 100 mil. Isto tem resultando num déficit mensal acumulado que segundo os membros do Conselho de Administração, são resultados dos gastos mensais com folha de pagamento, plantões médicos presenciais 24 horas, encargos sociais e tributos, despesas gerais e formação de estoques, bem como, a amortização de três processos trabalhistas ajuizados por três ex-funcionárias do Lar São Francisco de Assis.

Galaomylid Silveira Barreto, presidente do ASSISTEGUAÍRA, avaliou positivamente o ano de 2016, mas vê a necessidade de um engajamento maior da população guairense para solidificar o empreendimento.

“As demonstrações contábeis refletem e espelham a realidade do hospital em todos os seus termos. No período de março a novembro de 2016 foram bem-sucedidas as etapas de reforma predial e aquisição de bens patrimoniais. Mas agora precisamos avançar mais. O hospital é da comunidade de Guaíra e precisamos ainda mais dela para poder transformar o ASSISTEGUAÍRA num hospital de referência”, ressaltou.

Com a demonstração do resultado, agora os membros do Conselho Fiscal vão efetuar as suas análises e posteriormente emitir os seus pareceres que serão apresentados na Assembleia Ordinária Anual, que deve acontecer durante o mês de abril.

Amigos do ASSISTEGUAÍRA

Durante a reunião foi laçada a campanha AMIGOS DO ASSISTEGUAÍRA 2017. A campanha tem for finalidade cobrir o déficit acumulado e ao mesmo tempo fortalecer as finanças da entidade.

Para ser ter uma ideia, em 2016, campanhas e eventos de arrecadação de fundos promovidos pelos amigos do Hospital Beneficente, resultou na arrecadação de R$ 239.824,89 em doações de pessoas físicas e jurídicas.

A direção da entidade mais uma vez espera o apoio da sociedade, para isto apresentou as cotas que serão colocadas para possíveis doadores. Serão quatro: R$ 500,00, R$ 1.000,00, R$ 5.000,00 e R$ 10.000,00. Os valores poderão ser depositados nas contas bancárias da Caixa (Agência 0722 – Conta 1.767-1) e SICOOB (Agência 4351-6 – Conta 22.558-4).

Ao todo foram expedidos quinhentos recibos no valor de R$ 500,00, numerados de 001 a 500 e outros quinhentos no valor de mil reais, também numerados de 001 a 500. Os recibos estão sendo distribuídos pelos conselheiros, membros dos Conselhos que compõem a entidade e também por associados voluntários.

O recibo é dividido em duas partes, a parte de cima que equivale a um recibo para o doador e a parte de baixo, onde são preenchidos os dados do doador e que servirá como comprovante contábil para a doação.

Maiores informações podem ser obtidas pelo telefone (44) 3642-1221, na sede do hospital na Rua Comandante Moraes Rego, 130, ou pelo e-mail [email protected].

Portal Guaíra via Assessoria