Na noite de segunda-feira (02), por volta das 22h, uma equipe da Polícia Militar de Guaíra realizava patrulhamento pela rua, quando em um cruzamento visualizou um veículo GM/Astra, de cor preta, o qual transitava em alta velocidade. Os policiais então tentaram realizar a abordagem policial, dando ordem de parada mediante sinais luminosos, vindo condutor a desobedecer e se evadir em alta velocidade.

Havia diversos veículos transitando na via, onde o condutor do veículo Astra para conseguir passagem pelos mesmos jogou o veículo em cima de uma motocicleta, a qual teve que sair da pista de rolamento, vindo a
subir em cima do canteiro direito, para evitar uma colisão, momento em que foram efetuados dois disparos de arma de fogo no intuito de pará-lo, sendo que o mesmo ao chegar em uma rotatória, retornou pela contramão de direção, novamente em alta velocidade, onde acessou novamente seguiu. Um transeunte que estava caminhando teve que correr para fora da pista para não ser atropelado pelo veículo, onde foram efetuados mais dois disparos de arma de fogo no intuito de parar o veículo, momento em que o veículo rodou na pista e foi visualizado dois indivíduos saindo do veículo e se evadindo a pé.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Um outro acompanhamento tático foi iniciado, onde os indivíduos, ambos trajando calça jeans e moletom cinza, se evadiram em meio a mata, que após buscas no veículo GM/Astra, de cor preta, foram encontrados diversos volumes de substância análoga a maconha, um celular da marca Xiaomi modelo mi9 e um rádio FM da marca elite, que após consulta no sistema não foi constatado alerta de furto e roubo.

Durante as vistorias ao veículo, constatou-se que ambos os pneus traseiros e o pneu diante direito estavam danificados, o que impediu que o veículo continuasse em movimento.

Diante dos fatos foi acionado o guincho, o qual encaminhou o veículo para a delegacia de Polícia Federal de Guaíra, que após pesagem totalizaram 705 kg de substância análoga a maconha. Foi realizado patrulhamento a fim de localizar os suspeitos, porém sem êxito.

Redação Porta Guaíra