ad
Pista de 1.300 metros, com possibilidade de ampliação de mais 1.000 metros
Pista de 1.300 metros, com possibilidade de ampliação de mais 1.000 metros

Técnicos da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) estiveram em Guaíra hoje (17) realizando um trabalho de vistoria no Aeroporto Municipal.

A visita cumpre um protocolo da agência, responsável pela regulamentação de voos e por garantir que os aeroportos estejam dentro dos padrões exigidos pela legislação nacional e códigos de segurança internacionais.

Depois de ter sido notificado em 2009, o Aeroporto de Guaíra foi interditado no ano de 2010. Em agosto de 2014, o governo municipal finalmente conseguiu a liberação dos voos, mediante investimentos devidamente orientados por especialistas da Universidade Federal de Santa Catarina, através do Laboratório de Transportes e Logísticas e da empresa J. M. Seremeta. Os reparos garantiram a instalação de cercas no entorno de toda área, reformas e adequação na pista de pouso para corrigir fissuras, plantio de grama nas margens e abertura de uma estrada com cascalho para realização de rondas periódicas.

“Havíamos encaminhado a documentação para a Anac e hoje eles vieram conferir de perto os trabalhos efetuados. Essas vistorias são periódicas, fazem parte do processo. Enfim, o nosso aeroporto continua liberado e agora vamos esperar o relatório para possíveis correções e orientações por parte da Anac. Ou seja, passamos por mais uma etapa. Manter o nosso aeroporto é um compromisso de gestão”, comentou Luiz Jardim, diretor de Administração.

O aeroporto municipal tem uma pista de 1.300 metros, com possibilidade de ampliação de mais 1.000 metros, 30 metros de largura e suporta 13 toneladas de trem de pouso. Para que se tenha uma ideia, as dimensões da pista são equivalentes às do Aeroporto Santos Dumont, do Rio de Janeiro.

Portal Guaíra via Assessoria


ad