Panfleto que estava sendo entregue pela adolescente com o bebê no colo
ad

Na manhã de ontem (12), por volta das 10h, o Conselho Tutelar (CT) de Guaíra/PR, recebeu uma ligação anônima, dando conta de que uma jovem, aparentemente menor de idade, estaria oferecendo uma criança para venda e entregando um panfleto solicitando ajuda que dizia: “Estou desempregada, sou mãe de dois filhos e estou precisando de ajuda para comprar alimentos, qualquer quantia, Deus lhe abençoe.”

Ainda segundo a denúncia, a adolescente estava na Av. Cel Otávio Tosta, em frente de alguns estabelecimentos comerciais, tentando conseguir algum valor em dinheiro para entregar o bebê. Inclusive uma mulher que foi abordada pela jovem, contou que ela perguntava se a criança era “bonitinha”, ou “quanto à pessoa pagaria pelo bebê”, porque ela não tinha condições de cuidar e sustentar a criança.

Próximo ao Banco Itaú, os Conselheiros avistaram a jovem com a criança nos braços e foram ao seu encontro. Quando a moça percebeu que seria abordada, fugiu em direção a Praça do Chafariz, onde, segundo informado por populares, o irmão e a mãe da jovem também estavam distribuindo o panfleto com pedido de ajuda. E mais, a mãe (Avó da criança) dizia às pessoas que tinha uma doença rara nas pernas e por isso que estava se sujeitando a pedir de porta em porta.

Mas no momento em que avistaram a filha correndo e a equipe do CT atrás, a senhora não pensou duas vezes e fugiu em desabalada carreira. Eles haviam comentado com as pessoas que são uma família de ciganos e que já estavam de partida para outra cidade.

A Polícia Militar foi acionada e, juntamente com o Conselho Tutelar, seguiram em diligências na tentativa de localizar a família. Porém, até o momento dessa publicação ninguém havia sido encontrado.

Panfleto que estava sendo entregue pela adolescente com o bebê no colo

Redação Portal Guaíra
Foto: Flávio Henrique/Portal Guaíra


CLINICA SALUTAR