O principal objetivo da 39ª Festa das Nações foi alcançado: A Comissão Organizadora contabilizou lucro e o dinheiro deve ser repassado, em breve, às entidades beneficentes do município.

Os quatro dias de festividades garantiram diversão, promoveram a integração da sociedade e, de quebra, valorizaram artistas, expositores e produtores rurais.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Leia Também:
Veja a cobertura fotográfica dos quatro dias da Festa das Nações

Com a festa concentrada no lado de cima do Centro Náutico, as Colônias (tradicionalmente chamadas de Barracas) tiveram mais movimento. Foram arrecadados R$ 214. 710,99, tendo como despesa R$ 148.744,52, com receita líquida de R$ 65.966,47.

O saldo é positivo em todos os sentidos. O principal deles, que é a razão de existir da festa, era garantir recursos para o Lar São José (asilo), Casa da Sopa, APMI, Associação dos Portadores de Deficiência Física e Associação Pestalozzi.

Somando o repasse do governo municipal, mais os patrocínios da I Fronteira do Leite (que conseguiu reunir impressionantes R$ 181.610), a festa fecha com saldo de R$ 379.581,46.

Números que colocam esta edição como uma das mais bem sucedidas da história.

A prestação de contas também chamou a atenção pelo tempo. A Comissão Organizadora conseguiu apresentar os cálculos em tempo recorde. Cópias de todo o processo serão encaminhados ao Ministério Público.

É uma forma de demonstrarmos para a sociedade a seriedade com que foi encarada essa edição da festa. Estamos contentes com o resultado e agradecemos a cada munícipe, a cada expositor, ao poder público, a cada um que se dedicou para que este evento tenha sido um sucesso”, destacou Neimar Alóisio Troes, presidente da comissão.

No dia 27, uma audiência pública será realizada para apresentar aos guairenses os resultados obtidos, com números detalhados da festa.

>> clique aqui << e confira a planilha da prestação de contas da 39ª Festa das Nações.

FESTA-DAS-NACOES

Portal Guaíra via Assessoria