Primeira Igreja Batista de Guaíra

A tragédia da última quinta-feira (5), onde uma barragem se rompeu na cidade de Mariana, em Minas Gerais, e centenas de pessoas ficaram desabrigadas, vem mobilizando diversas entidades por vários cantos do país.

Em Guaíra, os membros da Primeira Igreja Batista – PIB, estão se mobilizando para arrecadar mantimentos para ser enviado as vítimas da tragédia.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Em recente entrevista ao jornal O Estadão, o prefeito de Mariana, informou que toda ajuda é bem-vinda, mas que estão precisando com urgência de materiais de uso individual, como escovas de dente, toalhas para banho, além pratos e copos descartáveis, e principalmente água potável.

Para o Pastor Omar Leão, pastor da PIB de Guaíra, este é o momento para que a comunidade local possa expressar sua solidariedade. “Convidamos neste momento, não apenas cristãos ou membros da PIB, mas todo povo de Guaíra a ajudar com o que puder, em favor destes brasileiros de Mariana, e nós nos colocamos a disposição para enviar sua contribuição às vítimas dessa tragédia” declarou Pr. Omar.

No próximo domingo (15) durante o Culto da Família, a PIB estará orando pelas vítimas de Mariana e será levantado ofertas entre os membros.

Segundo o boletim oficial da Prefeitura de Mariana, até as 19h de ontem (9), o número de desaparecidos é de 24 pessoas, sendo 11 funcionários e 13 moradores. O número de desabrigados agora é de 612.

Confira os itens de maior necessidade segundo a Prefeitura de Mariana:

• ALIMENTOS ESPECÍFICOS PARA CRIANÇAS (NAN 1 e 2, APTAMIL 1 e 2, APTAMIL PRE, NUTREM ACTIVIA E MUCILON)
• ROUPAS INFANTIS
• RAÇÃO PARA ANIMAIS DE PEQUENO PORTE (CÃES E GATOS)
• ÁGUA
• AÇÚCAR
• ÓLEO DE COZINHA
• SAL DE COZINHA
• PÓ DE CAFÉ
•PEÇAS ÍNTIMAS

Aqueles que desejarem fazer sua doação pode entregar na secretaria da Primeira Igreja Batista de Guaíra, que está localizada na rua Pastor João Soren, 1052, centro de Guaíra, ou entrar em contato pelo telefone (44) 3642-3353 ou (44) 9877-1886.

Antes e depois da tragédia em Mariana/MG
Antes e depois da tragédia no subdistrito de Bento Rodrigues em Mariana/MG

Portal Guaíra com informações de Marcelo Bianconi