ad

Por volta das 6 horas deste domingo (19), pelo menos 75 detentos do Presídio de Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia de divisa com Mato Grosso do Sul, teriam fugido por um túnel. Equipes policiais estão no local e não há informações sobre recapturados.

A ministra da Justiça do Paraguai, Cecilia Pérez, acredita que houve “corrupção” de agente de segurança na fuga de 75 integrantes do PCC, no Presídio de Pedro Juan Caballero, na fronteira entre o Paraguai e o Brasil.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Conforme o site ABC Color, todos os fugitivos seriam membros do PCC (Primeiro Comando da Capital) e até o momento foram contabilizados 75 fugitivos. Não há informações sobre recapturados e em uma das celas do presídio foram encontradas 200 sacolas com areia retirada do túnel.

Apenas um preso não teria conseguido escapar e equipes policiais fazem buscas pelos fugitivos. Pedro Juan é a cidade que faz fronteira com Ponta Porã, a 346 quilômetros de Campo Grande

Em entrevista à rádio paraguaia ABC Cardinal, ela questionou que ninguém “tenha visto ou ouvido todas as obras do túnel” que permitiram a fuga. “É categórico que houve corrupção. Você pode ver que existem celas cheias de sacos de areia e ninguém viu?”, disse Cecilia.

Portal Guaíra com informações do Metrópoles e Midiamax