[dropcap color=”#dd3333″]D[/dropcap]epois de permanecer seis dias preso na cadeia pública de Goioerê, Adriano dos Santos, conhecido como Pitico, foi colocado em liberdade na sexta-feira, 25.

Pitico havia sido preso na noite da última sexta-feira, 18, depois de ter sido acusado por dois menores de ter sido o mandante de um roubo a um posto de combustível em Moreira Sales, que foi realizado por eles.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Na continuidade das investigações, a polícia obteve a informação de que o roubo teria sido perpetrado supostamente a mando de Bruna Maria da Silva, que teria orientado aos dois adolescentes para que indicassem o nome de outra pessoa como mandante, caso a autoria do roubo fosse descoberta. Bruna teve a prisão decretada pela justiça e foi presa em Moreira Sales no início da noite de quarta-feira, 23.

No mesmo momento em que pediu a prisão de Bruna, o delegado de polícia de Goioerê pediu que Adriano fosse colocado em liberdade vigiada, até a conclusão do inquérito que apura o caso.

Desde o momento em que foi preso, Adriano dos Santos negou qualquer tipo de participação no roubo ao posto de combustível.

Portal Guaíra com informações do Goionews