O delegado Anderson Romão é quem está à frente do caso
ad

[dropcap color=”#dd3333″]J[/dropcap]oão Ramalho de Medeiros, 49 anos, se apresentou na Delegacia de Goioerê acompanhado de um advogado. Ele é acusado de esfaquear o namorado de sua filha na noite de quinta-feira (15). O crime aconteceu na cidade de Moreira Sales. Paulo Ricardo Costa da Silva, 23 anos, foi hospitalizado, mas acabou morrendo.

Conforme o advogado Ailson Carpiné, João Ramalho contou que agiu em legítima defesa, uma vez que teria sido agredido por Paulo Ricardo quando ele retornou de um churrasco onde tinha discutido com sua filha. Na versão do acusado, os dois discutiram, entraram em vias de fato e ele desferiu o golpe de faca. João Ramalho disse que também ficou ferido no ato.

Na segunda-feira também foram ouvidas testemunhas que podem ajudar na elucidação do crime.

O delegado Anderson Romão salientou que pretende analisar o depoimento do autor confesso da morte de Paulo Ricardo e também as declarações das testemunhas, para apenas depois verificar o andamento que será dado ao inquérito.

O crime
Conforme boletim da Polícia Militar, Paulo Ricardo foi esfaqueado pelo pai de sua namorada, João Ramalho de Medeiros, de 49 anos, durante uma discussão.

Inicialmente a vítima tinha discutido com a namorada em um churrasco. Eles têm um filho de cerca de um ano, que estava com o casal. Depois a vítima levou a jovem para casa, onde aconteceu a discussão com o sogro e a facada no abdômen, que causou a sua morte. Não foi divulgada a motivação das duas discussões.

Paulo Ricardo foi encaminhado inicialmente para o posto de saúde de Moreira Sales, depois foi encaminhado para o hospital em Goioerê e, posteriormente, transferido para a Santa Casa de Campo Mourão, onde faleceu na tarde de sexta-feira (16).

Portal Guaíra com informações do Goionews


ad