Tiago Henrique Gomes da Rocha, de 26 anos
Vítimas do serial killer
Vítimas do serial killer

O delegado-geral da Polícia Civil, João Carlos Gorski, e o secretário de Segurança Pública, Joaquim Mesquita, confirmaram na quarta-feira (15), durante coletiva de imprensa na sede da Secretaria de Segurança Pública de Goias (SSP-GO), a prisão de um homem suspeito de ser o serial killer que atuava nas ruas de Goiânia.

De acordo com Joaquim Mesquita, além da confissão do suspeito a polícia tem “elementos de provas” que reforçam que Tiago Henrique Gomes da Rocha, de 26 anos, é “efetivamente” o suposto assassino em série. “Não há dúvidas de sua participação e da sua autoria em alguns destes crimes”, asseverou o titular da pasta.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

No momento da prisão, a polícia encontrou com o suspeito uma arma e uma moto. Tiago Gomes da Rocha, foi preso na terça-feira (14) enquanto chegava a sua casa, no Setor Conjunto Vera Cruz. “Ele confessou oito dos quinze homicídios contra mulheres na capital nos últimos meses. A confissão está ratificada pelo conjunto probatório das investigações colhidas durante a força-tarefa”, afirmou Joaquim Mesquita.

A força-tarefa foi uma operação determinada pelo governador Marconi Perillo (PSDB) com a intenção de dar celeridade na elucidação de crimes que vitimavam mulheres. A polêmica de um suposto assassino em série iniciou no dia 19 de janeiro deste ano com a morte de Beatriz Oliveira, de 23 anos, no Setor Nova Suíça. Nos últimos meses, os crimes ganharam repercussão da mídia nacional e internacional e foram descritos como feminicídio.

Segundo João Carlos Gorski, a Polícia Civil estava no encalço do suspeito há trinta dias. “As informações ainda são prematuras. Mas as investigações estão sendo feitas há um longo tempo. Este suspeito também está sendo investigado pela morte de moradores de rua”, salientou.

Na Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH), o advogado do suspeito, Thiago Huáscar, afirmou ao Jornal Opção Online que Tiago Gomes da Rocha não tinha passagem pela polícia. Em relação ao depoimento que o suspeito confirma ter praticado os homicídios, Huáscar informou que ainda não teve acesso aos documentos. “Anexei uma procuração nos autos para termos acesso e vermos qual a melhor forma de defesa, pois qualquer cidadão tem este direito”, concluiu.

A mãe e uma prima do suspeito também estavam presentes na delegacia, no entanto, não quiseram gravar entrevista nem comentar a prisão.

Tiago Henrique Gomes da Rocha, de 26 anos
Tiago Henrique Gomes da Rocha, de 26 anos

Fonte: Jornal Opção Online