Um capitão da Polícia Militar de Goiás de 59 anos foi preso em flagrante neste domingo (1) em Rio Verde, Goiás, por tentar seduzir e marcar encontros sexuais com um menino de 12 anos. A prisão aconteceu depois que o PM combinou o encontro com o garoto sem saber que estava conversando, na verdade, com o pai da vítima. Nas mensagens, o PM chegou a convidar o menor para ir a um motel.

“Queria sair com você uma hora dessas, se você tiver coragem”, diz o PM. Em outra, mensagem, o policial pergunta para o primo do adolescente se eles já tinham ido em um motel. Quando os jovens afirmam que não, o PM responde: “Vocês vão gostar”.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O pai da vítima descobriu a troca de mensagens e começou a monitorar para auxiliar a polícia na prisão do suspeito. O encontro foi marcado em um posto de gasolina na noite desse domingo (1) e o pai e o garoto foram até o local para descobrirem a identidade do pedófilo.

“Posso ir pra gente dar uns amassos? A gente fica só uns 20 minutos”, escreveu o capitão.

O adolescente chegou a entrar o carro do PM e sentar no banco da frente, mas o pai do garoto entrou no veículo e se sentou no banco de trás, agarrou o PM por trás e o segurou até a chegada da polícia. Foi apenas neste momento que o pai da vítima descobriu que o assediador era policial conhecido na cidade, evangélico e famoso pela rigidez no colégio militar.

Segundo o Metrópoles, o PM foi preso em flagrante por aliciamento de menor e deve ser investigado por tentativa de estupro de vulnerável. Após a prisão, o capitão foi afastado da função e transferido para o Presídio Militar, em Goiânia.

Portal Guaíra com informações da Ric Mais