O fotógrafo Flaney Gonzalez trabalhou com a cantora Marília Mendonça e com o cantor Cristiano Araújo, que morreu em acidente de carro em 2015. Após a morte de Marília, com a queda do avião em Caratinga (MG) na sexta-feira (5), ele desabafou nas redes sociais e disse que as emoções se repetem.

“Estou aqui arrasado! Mergulhado de novo nesse mesmo abismo escuro, deserto e frio. Mais uma vez esgotado pela dor que parece arrebentar meu peito”, escreveu Flaney.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A “rainha da sofrência” e mais quatro pessoas morreram em acidente de avião no interior de Minas Gerais, na sexta-feira (5). Os corpos de Marília e do tio dela, Abicieli Silveira Dias Filho, foram velados no ginásio Goiânia Arena no sábado (6).

Na postagem, Flaney pede um “tempinho” a mais para Deus para poder se despedir da amiga e agradecer tudo que ela fez por ele.

“Por ter feito questão de me ter por perto mesmo podendo ter tanta gente infinitamente melhor que eu”, disse.

O fotógrafo contou que soube da morte de Cristiano Araújo, em um acidente de carro em 2015, por meio de um amigo. Flaney disse que chorou junto com amigo na morte do cantor e, agora, o pesadelo da dor parece se repetir.

“Não faço ideia de como encarar esse estúdio de novo um dia. De como clicar sorrindo outra vez, nesse lugar que foi tão nosso nesses últimos meses. Eu não consigo me despedir ainda. Me faz dormir Deus. Me acorda amanhã desse pesadelo. Eu amo tanto vocês”, postou Flaney.

Portal Guaíra com informações do G1