O programa estatal A Voz do Brasil cometeu uma gafe na sua edição de quarta-feira (26), anunciando durante o espaço da Câmara a morte de Nelson Mandela.

“Homenagem: morreu nesta quarta-feira o ex-presidente da África do Sul, Nelson Mandela. Ao lamentar o falecimento do líder, Rubens Bueno, do PPS, ressaltou a história política de Mandela. De acordo com Rubens Bueno, Nelson Mandela incentivou o surgimento de grandes líderes negros em todo o planeta. Para o parlamentar, o ex-presidente vai ficar marcado na história mundial como símbolo da igualdade racial”, disse o programa.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

As últimas informações divulgadas na África do Sul são de que o presidente Jacob Zuma anunciou o cancelamento de uma viagem para Moçambique depois de ter visitado Mandela no hospital. O herói da luta contra o apartheid “continua em estado crítico”, de acordo com o mais recente comunicado da Presidência.

Nelson Mandela, anunciado como morto pela'Voz do Brasil'
Nelson Mandela, anunciado como morto pela ‘Voz do Brasil’

“O presidente Zuma foi informado da situação pelos médicos que fazem todo possível para garantir seu bem-estar”, acrescenta o texto.

O estado de saúde de Nelson Mandela se agravou durante o final de semana. Ele foi hospitalizado com urgência no dia 8 de junho depois de uma recorrência da infecção pulmonar que o atormenta há dois anos e meio.

O ex-presidente Nelson Mandela tem demonstrado uma “grande melhora” em seu estado de saúde em comparação com alguns dias atrás, disse nesta sexta-feira (28) sua ex-mulher,  Winnie Madikizela-Mandela.

Com informações da Gazeta Catarinense