ad

Em 2020, quando completará seu 70º aniversário, o Maracanã será palco da final da Copa Libertadores. A decisão foi anunciada nesta quinta-feira, na sede da Conmebol, em Assunção, no Paraguai. A partida final do principal torneio de clubes da América do Sul está marcada para o dia 21 de novembro, um sábado. No mesmo evento, a Conmebol escolheu Córdoba como sede da decisão da Copa Sul-Americana.

– Nós vamos preparar um espetáculo também para quem não for ao jogo, com fan fests e outras atrações. Em vez das 76 mil pessoas que forem ao estádio, será uma festa para 200 mil pessoas – afirmou Wilson Witzel, governador do Rio de Janeiro e que participou do evento que definiu o Maracanã como sede.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Witzel declarou ainda que será capaz de garantir que episódios como os da final da Copa Sul-Americana de 2017 não vão se repetir. Na ocasião houve confrontos entre torcedores do Flamengo, do Independiente e da Polícia Militar.

— Nós acabamos de receber o Rock In Rio, com 800 mil pessoas e nenhum problema. Nossa política de segurança vai garantir que a final da Libertadores será uma festa segura.

“Por decisão do Conselho da Conmebol, foram selecionadas as cidades de Rio de Janeiro e Córdoba como cidades-sedes para as finais únicas de 2020.

Portal Guaíra com informações do Globo Esporte