O prefeito de Pedro Juan Caballero (PY), José Carlos Acevedo, de 53 anos, teve o carro alvejado com diversos tiros no momento em que saia da prefeitura na terça-feira (17). Acevedo foi levado em estado grave para um hospital na cidade paraguaia, vizinha a Ponta Porã (MS), região de fronteira com o Brasil.

Policiais e autoridades do setor de segurança estão no local e investigam o caso. Conforme informações apuradas no local do atentado, Acevedo estava dentro do carro quando os pistoleiros chegaram e efetuaram pelo menos 10 tiros contra o veículo.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Acevedo foi retirado do carro, colocado em um maca e encaminhado imediatamente a um hospital na região de fronteira. O atentado ocorreu em frente a um mercado.

José Carlos Acevedo é irmão do governador de Amambay, Ronald Acevedo, e é tio de Haylee Carolina Acevedo Yunis, jovem que morreu aos 21 anos em uma chacina, também em Pedro Juan Caballero.

Execuções
Um pouco antes do atentado contra o prefeito de Pedro Juan Caballero, dois homens, de 27 e 33 anos, foram executados, na tarde de terça-feira (17), na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero. Ainda não há a identificação do suspeito.

As vítimas ocupavam um carro vermelho e foram executadas por volta das 15h30 no estacionamento de um mercado. O suspeito pelo crime chegou em uma motocicleta e atirou. Os dois executados são paraguaios e foram identificados como Denis Gabriel Pereira e Luis Enrique Arguello Meza Alias Carocho.

Portal Guaíra com informações do G1