O foragido foi recaptura e entregue as forças policiais brasileira (foto: Divulgação)
ad

Um jovem de 22 anos de idade, nascido na Capital Paranaense e que tem várias passagens policiais devido à prática de delitos diversos e que fugiu recentemente do SECAT de Marechal Cândido Rondon/PR, foi recapturado por policiais paraguaios e entregue a uma equipe do Terceiro Pelotão da Polícia Militar de Mundo Novo, na tarde de sexta-feira (09).

Através de um aplicativo de celular, os paraguaios contataram os colegas brasileiros e pediram para averiguar a situação do suspeito, que teria adentrado e permanecido no território paraguaio de forma ilegal. Durante a checagem, descobriu-se que o mesmo era fugitivo do sistema prisional paranaense.

Ele foi entregue aos cuidados da Polícia Militar de Mundo Novo no Posto Aduaneiro Leão da Fronteira, localizado na divisa entre os dois Países. Momentos depois, o indivíduo foi encaminhado para a sede da 2ª Companhia do Batalhão de Polícia de Fronteira, sediado em Guaíra/PR, que se responsabilizou em encaminha-lo até a Polícia Civil.

PARCERIA

Iniciada em janeiro de 2013, a parceria entre as policiais Nacional do Paraguai e Militar de Mundo Novo, possibilitou a recuperação de diversos veículos que haviam sido furtados ou roubados no Brasil. A Polícia Paraguaia também fez a detenção em seu País de vários marginais foragidos da justiça brasileira, como foi o caso do chamado “Maníaco das Redes Sociais” e do suspeito de ter matado um policial militar em Itaquiraí.

Comandante do Terceiro Pelotão da Polícia Militar de Mundo Novo, o Tenente Gessé, fazendo menção ao bom entrosamento com os paraguaios disse que “estamos presenciando em Mundo Novo, aquilo que há alguns era uma utopia, pois quem no Brasil poderia acreditar que um dia, veículos roubados em nosso País e levado ao Paraguai, seriam devolvidos, assim como foragidos do Brasil seriam capturados dentro do Paraguai. Os resultados até aqui obtidos mostram que o estreitamento das relações institucionais já é algo sacramentado e deve ser levado às demais localidades”.

Portal Guaíra com informações da PM/Mundo Novo


ad