ad

A  Polícia Militar do Paraná, em parceria com demais órgãos de Segurança Pública, divulgou os resultados parciais da “Operação Integrada Fronteira”, que está sendo desencadeada na região oeste, nas fronteiras do Brasil com Paraguai e com Mato Grosso do Sul.

Até as 16h de sexta-feira (12), cerca de meia tonelada de maconha, mais de R$ 25 mil em dinheiro e R$20 mil em cheques.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

As primeiras ações foram divulgadas numa coletiva de imprensa que aconteceu no Fórum da cidade de Terra Roxa, localizado na Avenida Governador Parigot Souza, às 14h de quinta-feira (11). Estiveram presentes na divulgação integrantes da Polícia Militar – coordenadora da operação – do Ministério Público e da Receita Federal.

OPERACAO-INTEGRADA-FRONTEIRA3

A operação, que tem como objetivo combater o narcotráfico e a criminalidade no geral em toda a extensão oeste do estado, já resultou no cumprimento de 26 Mandados de Busca e Apreensão, em mais de 1.200 pessoas e cerca de 230 veículos abordados, destes quatro foram apreendidos e dois recuperados. Foram 26 encaminhamentos de pessoas em flagrante, dois adolescentes apreendidos e mais de 30 ônibus vistoriados. Ao todo a operação apreendeu, no período, sete armas de fogo, sendo uma escopeta calibre 12, uma espingarda calibre 16, dois revólveres calibre 38, um revólver 357 Magnum, uma pistola calibre 765, uma pistola 635 e dois simulacros (um de pistola e um de revólver).

Na operação também foram apreendidos cerca de 500Kg de maconha, 25 pedras de crack, mais quase 5kg de crack, 20 gramas de cocaína, cinco gramas de haxixe, munições de calibre 12, 22, 9 mm, 357, 38 e 635, mais de R$ 25 mil em dinheiro, de R$ 20 mil em cheques, mais de R$ 400 mil em mercadorias apreendidas (262 pneus, 40 mil unidades DVD piratas, eletrônicos e cosméticos, entre outros), um rádio móvel e mais cinco rádios portáteis.

OPERACAO-INTEGRADA-FRONTEIRA5

As ações fazem parte de um grande esforço da Polícia Militar do Paraná em unir e integrar as forças de segurança, sendo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a Receita Federal (RF), Polícia Federal (PF), Polícia Civil e Ministério Público, além das unidades da PM, como o 6º BPM, o 14º BPM, o 19º BPM, o 21º BPM, o 25º BPM, o Batalhão de Polícia de Fronteira (BPFron), o Batalhão de Operações Especiais (BOPE), o Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA), o Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) e o Grupamento Aeropolicial de Resgate (GRAER).

Desde que a operação iniciou, na manhã da última quarta-feira (10), já foram realizadas abordagens, fiscalizações e bloqueios policiais em diferentes pontos da região oeste do estado, que abrangem toda a extensão de fronteira com o Paraguai, desde a cidade de Foz do Iguaçu até a região de Palotina e Terra Roxa. Os policiais militares também realizaram saturações nas vias principais e nas vias vicinais (estradas de chão) de toda a área.

OPERACAO-INTEGRADA-FRONTEIRA10

A operação também conta com a tecnologia avançada do imageador aéreo do Grupamento Aeropolicial de Resgate (GRAER) que está auxiliando nas ações. O equipamento possibilita às aeronaves da unidade realizar monitoramento noturno durante o patrulhamento, ações de resgate, busca ou socorro em matas ou na água, serviço de inteligência ou em qualquer outra situação.

A utilização do imageador aéreo do GRAER permite manter referências com o solo através de GPS e satélite, orientando e dando segurança ao policial para que assim ele tenha o apoio necessário para cumprir a missão, proporcionando uma maior segurança. As imagens captadas são enviadas para os caminhões do Centro Integrado de Comando e Controle Móvel (CICCM) que estão em Curitiba (PR).

OPERACAO-INTEGRADA-FRONTEIRA2

CICCM – O Centro Integrado de Comando e Controle Móvel é supervisionado pela Diretoria de Desenvolvimento e Tecnologia e Qualidade (DDTQ) da PM e está situado em Curitiba (PR), onde é operado por policiais e bombeiros militares capacitados. Os caminhões possuem no seu interior gerador de rede sem fio, câmeras infravermelho, telefonia IPE e operação simultânea com todos os sistemas policiais do estado. As viaturas possuem oito estações de trabalho, que serão utilizadas pela Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Guarda Municipal, SAMU, Polícia Científica.

Através deste grande sistema de comando de controle a Polícia Militar tem coordenação direta com o teatro de operações. As câmeras que os caminhões possuem tem grande capacidade de zoom, visão noturna e algumas dotadas de identificação facial que junto com a tecnologia usada no imageador aéreo garantem todo um suporte de inteligência voltada em torno da segurança para grandes operações e eventos.

OPERACAO-INTEGRADA-FRONTEIRA

OPERACAO-INTEGRADA-FRONTEIRA4

OPERACAO-INTEGRADA-FRONTEIRA6

OPERACAO-INTEGRADA-FRONTEIRA7

OPERACAO-INTEGRADA-FRONTEIRA8

OPERACAO-INTEGRADA-FRONTEIRA9

OPERACAO-INTEGRADA-FRONTEIRA11

OPERACAO-INTEGRADA-FRONTEIRA12

OPERACAO-INTEGRADA-FRONTEIRA13

OPERACAO-INTEGRADA-FRONTEIRA14

OPERACAO-INTEGRADA-FRONTEIRA15

OPERACAO-INTEGRADA-FRONTEIRA16

OPERACAO-INTEGRADA-FRONTEIRA17

OPERACAO-INTEGRADA-FRONTEIRA18

OPERACAO-INTEGRADA-FRONTEIRA19

OPERACAO-INTEGRADA-FRONTEIRA20

OPERACAO-INTEGRADA-FRONTEIRA21

OPERACAO-INTEGRADA-FRONTEIRA22

Fonte: Portal Guaíra com informações da Assessoria