A operação realizada pelas polícias da Receita Federal, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Exército, Polícia Militar do Paraná (PM / Batalhão de Polícia de Fronteira – BPFron), Polícia Civil, Divisão Estadual do Narcótico (Denarc) e Departamento de Inteligência do Estado do Paraná (DIEP), já dura 100 dias e o balanço parcial já chega a 75 prisões em flagrante e apreensões de 14 armas e 422 munições; 2.500 quilos de maconha, 415 quilos de crack e 350 gramas de cocaína; 48 mil comprimidos de medicamentos, 860 unidades de anabolizantes e aproximadamente R$ 16,4 milhões em mercadorias apreendidas.

Somente de veículo retidos pela polícia o número já chega a 225, incluindo caminhões, ônibus, vans, motos e veículos de passeio.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A Ação Escudo que teve início no dia 24 de abril já se tornou a operação de barreira fixa de mais longo período realizada na região de fronteira. Ela tem o objetivo de elevar a percepção de risco e a presença fiscal.

Na praça de pedágio em São Miguel do Iguaçu as fiscalizações também continuam de forma constante e durante todo dia e noite. Os policiais contam com a ajuda de cães farejadores e scanners juntamente com equipes volantes atuando na região.

FRONTEIRA BLINDADA (3)

FRONTEIRA BLINDADA (2)

FRONTEIRA BLINDADA (1)

Portal Guaíra com informações Rádio Cultura Foz