Uma semana antes de completar um ano da assinatura da ordem de serviço no Marco das Três Fronteiras, em Foz do Iguaçu, para construção da Ponte Internacional da Integração, o ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, postou nas redes sociais, neste domingo (3), o acompanhamento da obra – que efetivamente teve início em agosto de 2019.

Em sua postagem, o ministro diz que “a segunda nova ponte Brasil-Paraguai, em Foz do Iguaçu, avança bem. Construção do pilar com serviço ininterrupto: 24 horas ao dia até atingirmos os 60 metros de altura. Ponte terá o maior vão livre estaiado do Brasil. Trabalho do Governo Jair Messias Bolsonaro em parceria com o Governo do Paraná e Itaipu”.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O cronograma está em dia e é motivo de comemoração do governo federal. O cronograma estabelece a Ponte da Integração estará pronta em até dois anos (2022). Os custos somam mais de R$ 323 milhões; já a Perimetral Leste, que ligará a nova ponte à BR-277, tem investimentos de mais R$ 140 milhões.

O empreendimento vai contribuir para desafogar o movimento atual de pessoas e veículos na Ponte Internacional da Amizade, incluindo o escoamento da safra de grãos do país vizinho, que provoca grandes congestionamentos.

A ideia é que todo o movimento de veículos pesados passe para a nova ponte. Hoje, as fronteiras estão fechadas por causa do novo coronavírus.

Portal Guaíra via Assessoria