Após grave atentado, o prefeito de Pedro Juan Caballero (PY), José Carlos Acevedo, 53 anos, morreu no sábado (21). Ele teve o carro atingido por diversos tiros no momento em que saia da prefeitura na terça-feira (17), na cidade vizinha a Ponta Porã (MS).

O velório começou na madrugada deste domingo (22), na câmara municipal da cidade. Os próprios familiares, entre eles, o governador de Amambay, Ronald Acevedo, irmão de José Carlos, carregaram o caixão até o local da despedida. Eles chegaram a atravessar a praça municipal com o caixão.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A morte cerebral havia sido confirmada pela equipe médica do hospital onde ele estava internada no ínicio da tarde deste sábado. À noite, ele morreu.

Acevedo foi levado em estado grave para um hospital na cidade paraguaia, na região de fronteira com o Brasil. Horas antes de atentado, prefeito de cidade no Paraguai celebrou vacinação contra Covid em cerimônia.

Atentado
Conforme informações apuradas no local do atentado, Acevedo estava dentro do carro quando os pistoleiros chegaram e efetuaram pelo menos 10 tiros contra o veículo.

O prefeito de Pedro Juan Caballero foi retirado do carro, colocado em uma maca e encaminhado imediatamente a um hospital na região de fronteira. O atentado ocorreu em frente a um mercado.

José Carlos Acevedo é irmão do governador de Amambay, Ronald Acevedo, e é tio de Haylee Carolina Acevedo Yunis, jovem que morreu aos 21 anos em uma chacina, também em Pedro Juan Caballero.

Portal Guaíra com informações do G1