ad

O pecuarista brasileiro Adilson Brello dos Santos, 58 anos, foi morto por bandidos na zona rural de Capitán Bado, no Paraguai. A cidade faz fronteira com Coronel Sapucaia, no Mato Grosso do Sul. Santos foi morto após ter sido sequestrado junto com a esposa e o filho na madrugada desta sexta.

Os criminosos exigiram um resgate de 100 mil dólares e, no decorrer do dia, o filho de 25 anos havia sido liberado para providenciar o dinheiro do resgate. Porém o rapaz procurou a Comissaria da Polícia Nacional em Capitán Bado e relatou o crime. A esposa do pecuarista, Librada Romero, de 47 anos, também foi liberada.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O corpo foi encontrado pela polícia em uma região de mata. O sequestro foi praticado por um grupo de cinco a seis bandidos fortemente armados. Eles invadiram a Estância Belo, a 50 quilômetros de Capitán Bado, por volta das 05h e fugiram levando a família. Em seguida os sequestradores libertaram o rapaz para que ele providenciasse o dinheiro do resgate.

A polícia paraguaia investiga o caso.

Portal Guaíra com informações do Ponta Porã News