A equipe da TV Centro América, afiliada da Rede Globo em Mato Grosso, detida na tarde de segunda-feira (12) na MT-070, próximo a Cáceres (250 km de Cuiabá), foi liberada após ser comprovado que não havia cocaína nos 233 quilos de uma substância encontrada em um dos veículos usados pelos jornalistas. O material seria pó de giz ou gesso.

Leia Mais:
Fronteira – Equipe da Globo é detida por suspeita de tráfico

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Os quatro funcionários da emissora foram detidos por policiais do Grupo Especializado em Segurança de Fronteira (Gefron), no final da tarde, ao atravessarem a fronteira com a Bolívia com os 169 tabletes aparentando ser cocaína.

Aos policias, o jornalista Alex Barbosa e outros três funcionários alegaram estar trabalhando em uma reportagem, onde seria abordada a fragilidade da fronteira entre os dois países que é rota para o tráfico de drogas. Contudo, eles foram levados a delegacia da Polícia Federal onde foi feito o “narcoteste”, que identificou que a substância não se tratava de cocaína.

Em uma nota emitida pela afiliada no jornal matinal Bom Dia Mato Grosso, a emissora explicou ter comunicado sobre a matéria ao Ministério Público Federal (MPF) em Cáceres, antes de atravessarem a fronteira.

O secretário de segurança pública Mauro Zaque informou em entrevista que um procedimento vai ser instaurado para apurar o que realmente houve e quais as medidas vão ser tomadas.

Portal Guaíra com informações da FolhaMax