A fronteira entre Brasil e Paraguai permanecerá fechada por ao menos mais duas semanas de maneira irrestrita, afirmou o ministro do Interior do Paraguai, Euclides Acevedo, em visita a Ciudad del Este, na terça-feira (4).

“Vamos adotar medidas e estabelecer uma política de barreira sanitária de estratégia de transferência de mercadoria e de pessoas, de forma segura”, disse Acevedo.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A medida segue o pedido feito pelo prefeito de Ciudad del Este, Miguel Prieto, com apoio do governador de Alto Paraná, Roberto González, e do prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro. Nos próximos dias está prevista uma reunião virtual entre as autoridades dos países para discutir o tema, incluindo o governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior. Antes deste prazo, conforme o ministro, não há nenhuma possibilidade de reabertura das fronteiras paraguaias.

Principal ligação do Paraguai com o Brasil, a Ponte da Amizade, assim como as demais fronteiras, permanece fechada desde o dia 18 de março.

Portal Guaíra com informações da Catve