(Foto: Costa Oeste News)

ad

Por conta do baixo nível da água no rio Paraná e Lago de Itaipu, (quase 3 metros abaixo do normal) a balsa que liga Guaíra à Salto Del Guairá está parada desde segunda-feira (25). A falta de chuvas na cabeceira do rio e seus afluentes, diminuiu o volume de água, impedindo que a embarcação navegue.

Com isso, os caminhões que transportam os grãos produzidos no Paraguai até o Porto de Paranaguá no litoral paranaense, estão impossibilitados de atravessar pelas balsas, acarretando prejuízos principalmente para as empresas transportadoras. Na terça-feira (26) a Receita Federal autorizou o Trânsito Aduaneiro via Mundo Novo (MS), para chegar à Guaíra e liberar as cargas. Essa manobra aumenta o custo do transporte, mas no momento é a única alternativa.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

De acordo com Adenilson Antônio de Souza, gerente da empresa Translago SRL, responsável por fazer a travessia do rio, este já é um problema recorrente; segundo ele, todo final de ano, com a falta de chuva o nível do reservatório do Lago de Itaipu baixa e impossibilita a travessia das balsas.

Segundo a Translago, o transporte por balsas ficará suspenso até que o nível do rio aumente em pelo menos meio metro. Para que isso aconteça, é necessário que haja um aumento no volume de chuvas, não só no Paraná, mas também em São Paulo, Minas Gerais e Goiás, estados que abastecem a cabeceira do Rio Paraná.

As informações são da Costa Oeste News