Em 2014, a delegacia da RF em Foz do Iguaçu realizou 764 operações de repressão aos ilícitos aduaneiros na região (Foto: RF / Divulgação)

As apreensões de mercadorias e veículos usados para o transporte do contrabando feitas pela delegacia da Receita Federal (RF) e órgãos de segurança que atuam na região de Foz do Iguaçu e Guaíra, em 2014 ultrapassaram a marca de US$ 125 milhões – o equivalente a R$ 350 milhões. O volume é 5% maior que o registrado em 2013, quando foram tirados de circulação mais de US$ 119,6 milhões em produtos e veículos.

Segundo o balanço divulgado nesta quinta-feira (8), os cigarros, com US$ 64,9 milhões, e os eletrônicos, outros US$ 14,8 milhões, estão no topo das mercadorias mais apreendidas. Somados aos veículos, somam mais de 80% do total. Em comparação a 2013, os automóveis, utilitários, ônibus, motocicletas, carretas e caminhões flagrados com contrabando tiveram uma redução de 36% e os eletrônicos de 34%. Já a quantidade de cigarros quase dobrou.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

No mesmo período, as ações de repressão ao ilícito na fronteira envolvendo os municípios lindeiros ao Lago de Itaipu também foram responsáveis por apreender mais de 6 toneladas de maconha, 18 kg de cocaína, 46 kg de haxixe, 54 kg de crack, 3 kg de pasta base de cocaína, 1,8 mil comprimidos de ecstasy e 70 frascos de lança-perfume. Foram tiradas de circulação ainda 42 armas e 3,1 mil cartuchos de munição.

Em 2014, a delegacia da RF em Foz do Iguaçu realizou 764 operações de repressão aos ilícitos aduaneiros na região (Foto: RF / Divulgação)
Em 2014, a delegacia da RF em Foz do Iguaçu realizou 764 operações de repressão aos ilícitos aduaneiros na região (Foto: RF / Divulgação)

Fonte: Receita Federal/G1