Na noite de domingo (06) a Polícia Militar de Francisco Alves foi acionada pela Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde segundo informações recebidas uma mulher havia dado entrada vítima de espancamento.

Os Policiais Militares ao chegarem na UPA, fizeram contato com a vítima, uma jovem de 22 anos, que relatou que ela e seu esposo estavam na festa de aniversário de um amigo, quando que em certo momento o seu esposo ficou com ciúmes de um ex-namorado dela, passou a ficar agressivo e começou a agredi-la pegando e apertando o o pescoço, vindo a esgana-la até a mesma perder o ar, e ao mesmo tempo jogando-a no chão, desferindo socos em sua face, batendo na cabeça dela e esfregando o rosto da vítima na chão, além de dar vários chutes em suas pernas e tórax.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Após apanhar bastante, a vítima quase desmaiando ainda foi amarrada pelas mãos com um fio de energia, e seu marido ainda pegou uma faca e colocou no pescoço dela dizendo a todo momento que iria matá-la, pois ele tinha virado o “capeta”, e que se algum dos demais convidados se intrometesse na briga, ele os mataria também.

Ao presenciarem tais cenas fortes e chocantes das agressões e torturas que a mulher estava sofrendo, alguns dos convidados começaram a ir embora da confraternização e outros amigos mais próximos do homem conseguiram tirá-lo de cima da vítima, onde que neste momento a mulher conseguiu sair correndo e pediu socorro em uma residência vizinha, que fica em frente a chácara de lazer.

Após ouvir o relato da vítima, os policiais militares iniciaram as buscas no intuito de realizar a prisão do homem pela Lei Maria da Penha, e foram até a chácara onde havia acontecido o fato, mas o autor já havia se evadido do local.

Posteriormente foi confeccionado o BO e encaminhado para a 15ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Iporã.

As informações são do Portal do Viola