ad

O caso revoltante de violência doméstica aconteceu em Francisco Alves, na última sexta-feira (24). O Conselho Tutelar da cidade foi acionado pelo avô de um garoto de 3 anos, que, ao visitar o neto, percebeu que a criança tinha vários hematomas no corpo.

O avô questionou a filha sobre as marcas no corpo da criança e pediu para levar o menino ao hospital. A mãe do garoto impediu o avô de socorrer o neto. Indignado com a violência da própria filha, o homem acionou o Conselho Tutelar.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Os conselheiros foram até a casa no Jardim Vitória Régia e confirmaram o caso. A mãe relatou ter batido no filho porque ele vomitou no tapete da sala. Ela disse ter ficado muito nervosa e agredido a criança de 3 anos com um chinelo que estava com um parafuso no solado. O menino teve vários cortes no peito, no pescoço, no rosto e nas costas. A criança, no entanto, vomitou porque estava doente.

A criança foi encaminhada até o pronto socorro. O médico fez um o laudo das lesões corporais, que foi anexado ao Boletim de Ocorrência. A mãe foi encaminhada a Delegacia de Iporã e vai responder por maus-tratos e corre o risco de perder a guarda do filho caso a polícia comprove que as agressões são recorrentes.

As informações são do Massa News