A Receita Federal, em Foz do Iguaçu/PR, apreendeu neste ano quase R$ 300 mil em mercadorias contrabandeadas do Paraguai que são despachadas na central de distribuição das agências dos Correios da fronteira.

Desde segunda-feira (22) mais de 100 encomendas foram apreendidas em Foz e na cidade vizinha de Santa Terezinha de Itaipu, conforme os servidores da Receita.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

As encomendas são despachadas como sendo cosméticos, brinquedos e jogos para videogames, mas durante a vistoria as embalagens continham medicamentos, anabolizantes e suplementos alimentares, segundo a Receita.

O contrabando é despachado com nota fiscal falsa. “Identificamos que a principal tática deles é o uso de documentos com aparência de verdadeiros, mas que são falsos”, conta o assessor da Receita Federal, Ivair Hoffmann.

Nas cidades de fronteira, além de apresentar a nota fiscal do produto, é preciso que a encomenda seja entregue aberta nas agências dos Correios para que os funcionários confiram o que tem dentro. Mesmo assim, os produtos são escondidos em embalagens que poderiam passar sem levantar suspeitas.

“Quando se percebe qualquer produto proibido, necessariamente a nota fiscal não resolve o problema, e a postagem é recusada”, diz o coordenador de atendimento dos Correios, Adilson da Silva.

moamba-pelos-correios-em-foz

moamba-pelos-correios-em-foz2

moamba-pelos-correios-em-foz3

Fonte: G1