(Foto: Tribuna da Massa)

Uma funcionária de um pronto-atendimento de Foz do Iguaçu ligou para a Polícia Militar no domingo (7), após ter atendido um bebê de 11 meses desacordado, com sinais de violência pelo corpo e já com parada cardiorrespiratória.

A mãe explicou às autoridades que saiu para ir ao mercado e deixou seus três filhos pequenos em casa, junto com o namorado de 40 anos. Quando chegou, seu companheiro já estava com o filho desacordado.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O namorado, considerado suspeito, pensou que o bebê havia se afogado com algo, então tentou acordar com chacoalhões e banho. Um dos filhos revelou que o namorado da mãe era sempre violento com a criança.

O bebê estava com uma possível alteração na parte íntima e com marcas pelo corpo que aparentam ser mordida, conforme um diagnóstico superficial que foi feito pelo Hospital Ministro Costa Cavalcanti. A polícia ainda está investigando o caso.

Portal Guaíra com informações do Massa News