Na tarde de segunda-feira (20), policiais federais prenderam um homem que estocava diversas embalagens adaptadas de combustível contrabandeado da Argentina e as revendia ilegalmente, em Foz do Iguaçu/PR.

O indivíduo informou aos policiais que se deslocava até a cidade de Puerto Iguazu, na Argentina, e se encontrava com um atravessador, que repassava o combustível desviado dos postos para a revenda no Brasil.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Ao retornar para sua residência, o indivíduo preso distribuía o combustível contrabandeado em garrafas pets de 2 litros, estocando em sua residência para revenda.

Os policiais apreenderam dois veículos utilizados para o transporte de combustível da Argentina e setenta (70) litros de gasolina, de um total de trezentos (300) litros que haviam sido trazidos na última viagem ao país vizinho.

Cabe frisar que o combustível é altamente inflamável, não só pelo líquido em si mas também pelo vapor que sai dos recepientes não próprios para seu armazenamento, podendo causar uma explosão.

Além disso, há o risco de corrosão das garrafas pets provocando vazamentos do líquido e intoxicação de pessoas próximas devido ao forte cheiro.

Com a grande procura pelo combustível argentino, devido a diferença de preços com o mercado brasileiro, esse comércio ilegal tende a crescer devido a limitações no abastecimento nos postos da Argentina.

A PF afirma que vem acompanhando esse tipo de atividade e que vai intensificar a fiscalização para inibir esse comércio ilegal que traz grandes riscos à população.

Portal Guaíra com informações da PF