(Foto: Christian Rizzi)
ad

[dropcap color=”#81d742″]O[/dropcap] número de turistas estrangeiros que visitaram as Cataratas do Iguaçu aumentou 9,3% no ano passado. Segundo dados de visitação ao Parque Nacional do Iguaçu, fornecidos pela Cataratas S/A e pelo ICMBio, o número de estrangeiros saltou de 796 mil para 870 mil turistas, o equivalente a 46% do total de visitação (1.895.508) em 2018.

O crescimento do número de estrangeiros foi impulsionado pelo bom desempenho dos Estados Unidos, Canadá, China e países andinos. Coreia do Sul, Espanha e Inglaterra também apresentaram percentual acima de 10%.

Visto eletrônico
A implantação do visto eletrônico fez aumentar em 47,4% o número de turistas dos Estados Unidos e em 21,8% do Canadá. Com isso, os norte-americanos retomaram dos franceses o título de país estrangeiro com maior visitação ao Parque Nacional do Iguaçu, após Brasil, Argentina e Paraguai, que lideram as estatísticas. Com 34.545 visitantes, os EUA subiram da sexta para a quarta colocação no ranking das nacionalidades.

“O visto eletrônico foi uma medida acertada, que veio na hora certa, e abriu as portas dos Estados Unidos e do Canadá, com grande potencial para nós. Agora, precisamos melhorar a conectividade aérea para consolidar esses dois importantes mercados”, afirma o secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, Gilmar Piolla.

Austrália e o Japão, outros países que tiveram visto eletrônico liberado pelo governo brasileiro, apresentaram crescimento baixo, de 1% e 6,5%, respectivamente.

Já o mercado chinês reagiu com expressivos 22,7% de crescimento, após dois anos consecutivos de realização do Festival da Lua Cheia em Foz do Iguaçu e da missão conjunta de Embratur e Inprotur (Argentina) naquele país.

“Fizemos uma parceria muito produtiva com a Embaixada da China no Brasil, Ministerio do Turismo e as entidades que compõem a Gestão Integrada do Turismo, como Itaipu, Fundo Iguaçu e Visit Iguassu. Além disso, participamos da maior feira de negócios e visitamos as maiores agências de viagens da China. Tudo isso resultou nesse aumento da visitação dos chineses”, conta o secretário.

Países andinos
A boa surpresa veio dos países andinos. Com voos diretos cinco vezes por semana para Foz do Iguaçu, o número de turistas provenientes do Peru cresceu 19,1%. Colombia apresentou crescimento de 19,9%, Equador 24,4% e Bolívia 16,7%. Até mesmo a Venezuela registrou aumento de 45%.

A única surpresa negativa foi a queda de 17,5% dos turistas uruguaios. “Pela proximidade, os países andinos estão descobrindo Foz do Iguaçu. E com a possibilidade de novos voos diretos, temos condições de expandir ainda mais”, finaliza o secretário.

Portal Guaíra via Assessoria