Agora em março a nova Ponte da Integração Brasil – Paraguai, em Foz do Iguaçu, na região Oeste, atingiu o índice de 80% de conclusão, representando um investimento de R$ 189 milhões. A obra é uma parceria entre Governo do Paraná, governo federal e Itaipu Binacional, responsável pelo recursos, sendo executada pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR).

Os serviços estão concentrados na execução do tabuleiro da ponte, com frentes de trabalho atuando em ambas margens da obra. No lado brasileiro foram posicionadas e concretadas as lajes pré-moldadas sobre a aduela metálica 6.10, e tensionados o 6º par de estais de retaguarda e 10º par de estais no vão central, além de ser lançada a aduela metálica 6.11.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Na margem paraguaia foram posicionadas e concretadas as lajes pré-moldadas sobre a aduela metálica 5.07, tensionado o 7º par de estais no vão central, e lançada a aduela metálica 5.08.

Nos dois lados da ponte estão sendo executados os guarda-rodas e bases do futuro guarda-corpos, bem como sendo montadas novas aduelas metálicas nos canteiros de obras dos dois países.

EXTENSÃO – A ponte terá 760 metros de comprimento e um vão-livre de 470 metros – o maior da América Latina. Serão duas pistas simples com 3,6 metros de largura, acostamento de três metros e calçada de 1,7 metro nas laterais.

O andamento da Ponte da Integração é detalhado mensalmente em informativo digital, disponível no portal do DER/PR e também enviado por e-mail para quem se inscrever nesta página.

PERIMETRAL – Na nova rodovia de acesso à Ponte da Integração Brasil – Paraguai continuam em andamento os serviços em três dos seis viadutos previstos, nos entroncamentos com a Avenida General Meira, com a via de acesso à Ponte Tancredo Neves e com a Rodovia das Cataratas.

No local onde serão construídas as novas aduanas Brasil – Argentina e Brasil – Paraguai estão em andamento os serviços de terraplenagem. Até o momento foram investidos R$ 9,75 milhões na obra, que está 9,37% concluída.

Portal Guaíra com informações da AEN