Foto: Reprodução/RPC

O padrasto suspeito de atirar na própria enteada em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, morreu na última quinta-feira (24).

Ele estava internado em um hospital da cidade desde 9 de dezembro, dia da ocorrência. Segundo a polícia, o suspeito atirou contra a própria cabeça em um restaurante após balear a enteada dentro de casa.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O suspeito ficou 17 dias internado e chegou a passar por cirurgia, mas não resistiu.

A menina, de 12 anos, está internada desde a data da ocorrência. Ela foi encaminhada em estado grave para o Hospital Ministro Costa Cavalcanti.

Segundo a assessoria da unidade, o quadro de saúde da vítima evolui bem. Ainda não há previsão de alta.

Portal Guaíra com informações do G1