Foto: Alexandre Marchetti / Itaipu Binacional

ad

[dropcap color=”#dd9933″]A [/dropcap]Itaipu Binacional atingiu quarta maior produção anual em 2018, consolidando um novo patamar histórico da empresa.

Em 2018 foram gerados 96.585.596 MWh, um valor de 0,21% acima da produção de 2017.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Com a nova marca, todas as cinco maiores gerações anuais da Itaipu ocorreram em anos recentes: 2012, 2013, 2016, 2017 e 2018.

Segundo o diretor técnico executivo da Itaipu, Mauro Corbellini, o fato da alta produção se deve à eficiência operativa da usina.

O índice que mede o quanto a utilização de recurso hídrico foi bem sucedida ficou em 99,3% em 2018, considerado o segundo melhor da história. Nos últimos anos esse índice foi mantida na média de 98,6%.

A energia gerada em 2018 pela usina poderia abastecer todo o planeta por um dia inteiro e 13 horas. O Brasil seria alimentado por ela por dois meses e 14 dias. Já o Estado de São Paulo permaneceria abastecido por oito meses e 28 dias. Uma cidade do porte de Curitiba ficaria abastecida por 21 anos, cinco meses e dez dias.

Com 20 unidades geradoras e 14 mil MW de potência instalada, a Itaipu Binacional é líder mundial na geração de energia limpa e renovável, tendo produzido, desde 1984, mais de 2,6 bilhões de MWh. Em 2016, a usina brasileira e paraguaia retomou o recorde mundial anual de geração de energia, com a marca de 103.098.366 MWh. Em 2017, a hidrelétrica foi responsável pelo abastecimento de 15% de toda a energia consumida pelo Brasil e de 86,4% do Paraguai.

Portal Guaíra com informações da Itaipu