Uma festa rave com cerca de 600 pessoas foi encerrada em uma chácara, em Foz do Iguaçu, durante fiscalização às medidas sanitárias de combate à Covid-19, na madrugada deste domingo (20), conforme a prefeitura.

De acordo com o município, três organizadores do evento foram multados e responderão criminalmente por descumprirem determinações que buscam evitar a propagação do novo coronavírus.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Conforme decreto estadual, o toque de recolher deve ser respeitado das 23h às 5h. O município também proíbe locais com aglomerações de pessoas por causa da pandemia.

Conforme o coordenador do trabalho de orientação da Defesa Civil, André Guedes, 18 locais foram visitados após denúncias e durante o patrulhamento na cidade. Desses, 12 receberam orientações para respeitar as medidas sanitárias.

Ao todo, nove locais, com festas e estabelecimentos comerciais, foram autuados.

“Foram muitas festas residenciais, em vários cantos da cidade, desde festinhas de criança, passando por festas de empresa e familiares. Muitas delas foram dispersadas após as 23h, muitas delas teve a dispersão antes das 23h pela aglomeração de pessoas, mais do que dez pessoas na residência.”

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, até sábado, Foz do Iguaçu registrou 17.040 casos confirmados do novo coronavírus e 235 mortes pela Covid-19. A cidade conta com 787 casos ativos da doença.

A fiscalização é realizada pela Defesa Civil, Guarda Municipal (GM), poder Judiciário, equipe de fiscalização, Vigilância Sanitária e Polícia Militar (PM).

Estabelecimentos comerciais também foram fechados por aglomeração de pessoas e falta do Termo de Responsabilidade Sanitária.

“Fomos chamados para atuar em vários estabelecimentos comerciais noturnos, muitos deles superlotados, também tivemos autuações e fechamento de alguns desses estabelecimentos por descumprirem as regras sanitárias e por não terem o termo de responsabilidade sanitária”, disse o coordenador.

Portal Guaíra com informações do G1