Foto: Catve

[dropcap color=”#dd3333″]A[/dropcap]lém de reforçar a segurança, o blindado na entrada da ponte da amizade intimida o crime organizado e aumenta a sensação de segurança a população.

Esse é objetivo da presença do exército brasileiro desde o início desta semana na aduana Brasil/ Paraguai. O efetivo do exército reforça o trabalho de fiscalização da Receita Federal, Polícia Federal e Polícia Militar tanto para quem vai cruzar a fronteira sentido Paraguai, como para quem cruza sentido Brasil.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Para quem esta entrando no Brasil a fiscalização é ainda mais rigorosa. Os olhares atentos suspeitam de qualquer movimentação estranha. Durante as abordagens, os veículos são revistados e as mercadorias também. Tudo para inibir o crime organizado que atua entre os dois países, como o tráfico de drogas, armas, cigarros e até mesmo de pessoas. O Exército brasileiro vai permanecer na aduana por tempo indeterminado. As ações fazem parte da Operação Fronteira Integrada.

Portal Guaíra com informações da Catve