O Ministério Público do Paraná informa que, por determinação do procurador-geral de Justiça, Gilberto Giacoia, o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Foz do Iguaçu, Oeste do estado, acompanhará as investigações do crime de homicídio cometido no último sábado, 9 de julho, contra um guarda municipal da cidade.

Registra-se, ainda, que a instituição, cumprindo com sua missão constitucional, continuará atuando firmemente para prevenir e punir todo e qualquer atentado à liberdade de manifestação, que é um direito assegurado a todos os cidadãos e preceito fundamental para o fortalecimento do regime democrático.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Portal Guaíra com MPPR