Foto: Mariana Kojunski / Rede Massa

ad

[dropcap color=”#dd3333″]E[/dropcap]quipes do Corpo de Bombeiros continuam as buscas pelo jovem que se afogou no Lago de Itaipu, nesta segunda-feira (1º). Ele estava na prainha de Três Lagoas, em Foz do Iguaçu.

Os amigos disseram que João Lucas Cardoso, de 19 anos, estava em um colchão inflável, que virou e ele desapareceu nas águas do lago. O rapaz teria feito um churrasco para o grupo antes de acontecer a tragédia.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

informações dão conta que a área em que os jovens estavam não era demarcada para banho, mas não pelo perigo que o local apresentava, e sim por não fazer parte dos cuidados dos Guarda-vidas.

Segundo os oficiais dos Bombeiros, o que complica a localização do corpo é a quantidade de algas que tem no local. A vítima pode estar presa na vegetação e isso dificulta o trabalho de buscas.

A mãe do jovem, Luciana Maria Cardoso da Costa, acompanha as buscas. Ela disse que o filho era casado e tinha um filho de três anos. Além disso, João Lucas tinha dois empregos para conseguir sustentar a família.

Portal Guaíra com informações do Massa News