Policiais Civis do DEA que cumpriram o mandado de apreensão

Na manhã de sexta-feira (19), Policiais Civis da Delegacia Especial do Adolescente (D.E.A) em conjunto com Policiais Civis que compõem a Operação Costa Oeste, cumpriram mandado de apreensão expedido pela Vara da Infância e Juventude contra um adolescente de 15 anos.

Dos Fatos
Na tarde de quinta-feira (18), Policiais Militares foram acionados para darem atendimento a uma criança de apenas sete (07) anos que possivelmente seria vitima de estupro no Bairro Vila C. Ao chegarem no local, ficou constatado que a criança teria sofrido as agressões durante três (03) dias consecutivos (segunda, terça e quarta) pelo seu próprio irmão por parte de mãe.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Diante das denúncias o adolescente foi encaminhado para a delegacia, prestou depoimento, mas por já estar fora do flagrante não ficou apreendido. A equipe de investigadores do D.E.A requisitou que fosse feito com urgência o exame médico na criança, o que acabou comprovando o rompimento. Mediante comprovação, foi encaminhado ao Poder Judiciária pedido de mandado de apreensão do adolescente, pois o mesmo oferecia risco a criança.

Na manhã de sexta, a Vara da Infância e Juventude de Foz do Iguaçu apreciou o pedido e expediu mandado de apreensão que foi cumprido imediatamente pelos policiais. Em depoimento na delegacia o adolescente confessou o crime e alegou ter cometido o estupro para se vingar do pai da menina, que é seu padrasto, pois na semana anterior o mesmo teria batido sua cabeça na parede.

O adolescente foi encaminhado para o CENSE (Centro de SocioEducação) de Foz do Iguaçu onde deve passar por medidas sócio educativas de ressocialização.

Policiais Civis do DEA que cumpriram o mandado de apreensão
Policiais Civis do DEA que cumpriram o mandado de apreensão

Portal Guaíra com informações da Polícia Civil/Foz