ad

Uma das grandes mudanças da Festa das Nações em relação aos anos anteriores é a localização das barracas das 7 colônias que este ano ocupa o espaço da praça de alimentação na parte de baixo do Centro Náutico Marinas.

Para Lucia Mello, diretora Escola Mario Luiz da Associação Pestalozzi, entidade que está à frente da barraca brasileira, as entidades de todas as barracas estavam incertas a respeito das vendas para este ano. “Conversando com os amigos de outras associações, todos relataram que não tinham certeza sobre como seriam as vendas, mas com o contato direto com as pessoas, temos a sensação que este ano aumentamos nossas vendas, em especial as vendas de porções” disseram Lucia Mello.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O mesmo relata Valdecir Inocêncio “Paquito”, presidente da Associação Casa da Sopa, da barraca alemã. “Este ano tudo mudou e assim tivemos que mudar a dinâmica no atendimento pois estamos em contato direto com as famílias que vem até a praça de alimentação, inclusive uma de nossas estratégias foi fazer um preço menor neste ano para motivar que todos venham comer conosco da barraca alemã” relatou Paquito.

Para quem passar pela praça de alimentação durante as noites da 43ª Festa das Nações, poderá experimentar porções da culinária alemã acompanhado do tradicional chopp geladíssimo, já na barraca brasileira a pedida especial é o almoço de quarta-feira, que terá no cardápio castelão fogo de chão.

Redação Portal Guaíra