A festa do britânico Lewis Hamilton estava pronta. Em sua 150ª corrida na Fórmula 1, ele iniciava o Grande Prêmio da Malásia na ponta do grid, a 40ª pole de sua carreira, como favorito à vitória. Só não contava com a grande performance do alemão Sebastian Vettel, que adotou estratégia diferente da maioria de seus rivais e venceu sua primeira prova na Ferrari.

O tetracampeão do Mundial se transferiu para a tradicional escuderia italiana depois de enfrentar muitos problemas em seu relacionamento com a Red Bull em 2014. Na primeira prova da temporada, subiu ao pódio na terceira colocação. Na segunda, a deste domingo (29), já conquistou a vitória, dando sinais de que a Ferrari pode ameaçar o domínio da Mercedes.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Vettel conquistou o GP da Malásia com bom uso da estratégia, deixando Hamilton na segunda posição. O britânico, campeão da temporada passada da F1, era favorito à vitória em sua 150ª prova da carreira, mas viu o alemão da Ferrari ganhar vantagem ao não parar nos boxes na quarta volta, quando o safety car entrou na pista. Nico Rosberg completou o pódio.

O alemão não vencia uma corrida desde o Grande Prêmio do Brasil de 2013, ano em que conquistou seu quarto título da Fórmula 1. O jejum da Ferrari era ainda maior. Um piloto da equipe não subia ao lugar mais alto do pódio desde o GP da Espanha daquela temporada, em que Fernando Alonso foi o vencedor.

A quarta colocação foi de Kimi Raikkonen, que deu mais provas do potencial da Ferrari, já que largou em 11º, sofreu um furo de pneu na primeira volta e mesmo assim encerrou a prova em quarto. Valtteri Bottas foi o quinto graças a ultrapassagem sobre Felipe Massa na penúltima volta. O brasileiro cruzou a linha de chegada em sexto, seguido por Max Verstappen, Carlos Sainz Jr., Daniil Kvyat e Daniel Ricciardo. Felipe Nasr teve mais um dia de problemas com sua Sauber e foi o 12º.

O resultado do GP da Malásia ainda deixa Lewis Hamilton na liderança do campeonato com 43 pontos, apenas três de vantagem sobre Sebastian Vettel. Rosberg aparece em terceiro, com 33. Felipe Massa soma 20. A terceira etapa do Mundial de Fórmula 1 é o Grande Prêmio da China, marcado para 12 de abril.

No pódio, Sebastian Vettel bate calcanhares para celebrar vitória no GP da Malásia (Foto: AFP)
No pódio, Sebastian Vettel bate calcanhares para celebrar vitória no GP da Malásia (Foto: AFP)

Portal Guaíra com informações da Gazeta Esportiva