O Ministério do Meio Ambiente proibiu a pesca do surubim em todo o Brasil, a partir desta segunda-feira (5).

O peixe foi incluído pela primeira vez na Lista Nacional de Espécies Ameaçadas de Extinção, na categoria vulnerável.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O surubim, chamado também de pintado, cujo nome científico é Pseudoplatystoma corruscans, que é a espécie com a pesca proibida. Com isso, além da pesca, está proibida também a comercialização, transporte, o armazenamento e até mesmo a prática do pesque e solte.

A inclusão do peixe na lista pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) obedeceu a uma extensa análise de critérios internacionais.

Essa proibição refere-se apenas à espécie encontrada nas bacias do Rio São Francisco, Paraná, Paraguai e Uruguai, que é comum em outros países da América do Sul. As espécies como Pseudoplatystoma punctifer e Pseudoplatystoma tigrinum, chamados também de surubins, não constam da lista de proibição.

O surubim é de grande interesse para a pesca, é reconhecido pelo seu tamanho, que pode chegar a um metro de comprimento, é famoso por ter bastante carne, e ser muito saborosa e de poucas espinhas.

Portal Guaíra com informações da CNN Brasil